Publicado por: Política Externa | 03/07/2012

Mudança de endereço!

Prezados leitores,

Estamos de cara nova e de endereço novo!

http://www.blogdapoliticaexterna.com.br

Após algum tempo de recesso, promovemos uma série de reformulações no “blog da PEB”. Voltamos às atividades para oferecer o conteúdo de política externa brasileira de sempre, mas agora com mais recursos para incrementar o debate e a produção de ideias.

As mudanças principais estão no endereço novo (www.blogdapoliticaexterna.com.br) e no layout do site, que agora dá maior visibilidade às notícias e artigos em destaque. Também há maior integração com diversas redes sociais, com ampla divulgação do conteúdo em sites como Twitter, Facebook, Google+, LinkedIn, Instagram, entre outros. Além disso, a nova largura do “blog da PEB” permite maior espaço para a leitura do conteúdo, possibilitando que os visitantes aproveitem ainda mais este site.

Aguardamos sugestões para tornar este espaço ainda melhor. Sejam bem-vindos de volta!

blog da PEB

Publicado por: Política Externa | 27/03/2012

Entrevista do Chanceler Patriota à CNN

27/03/12

Confira a entrevista do Chanceler Antonio Patriota à rede de notícias norte-americana CNN (OBS: para ativar a legenda clique no botão “CC” logo após iniciar o vídeo):

Fonte: Canal do MRE no YouTube

09/03/12

Deputada Perpétua Almeida. (Foto: divulgação)

Sempre que a Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional da Câmara dos Deputados sofre alteração em sua composição ou em seu comando, é interessante observarmos o que pensam seus integrantes a respeito da política externa brasileira e das relações internacionais de maneira geral.

Leia o resto do artigo

Publicado por: Política Externa | 08/03/2012

Parabéns a todas as brasileiras pelo Dia Internacional da Mulher!

08/03/12

O Dia Internacional da Mulher, 8 de março, simboliza a luta pela igualdade de direitos entre homens e mulheres.

blog da PEB defende essa causa e deseja que todas as brasileiras continuem conquistando seu espaço no mundo!

blog da Política Externa Brasileira

Publicado por: Política Externa | 07/03/2012

Resumo de Política Internacional da Semana

07/03/12

Um panorama dos assuntos de Política Internacional da última semana:

  • No domingo (4), os sírios foram às urnas para votar no referendo constitucional do país. A televisão oficial da Síria informou que 89,4% dos cidadãos votaram a favor da nova Constituição, que põe fim ao regime de partido único e estabelece que o presidente do país, a partir das eleições de 2014, poderá ter no máximo dois mandatos de sete anos cada. Na prática isso permite que o regime do presidente Bashar al-Assad se mantenha até 2028 no poder.

Bashar al-Assad votou neste domingo. (Foto: AFP)

  •  Na última quarta-feira (29), a Coreia do Norte concordou em suspender o enriquecimento de urânio e os testes com mísseis de longo alcance após negociações conduzidas por diplomatas norte-americanos e coreanos na China. Em troca, os norte-coreanos receberão 240 mil toneladas de “assistência nutricional” supervisionada, com possibilidade de ajuda alimentar. Esse acordo, que ocorre apenas dois meses depois da posse de Kim Jong-un como líder máximo do país, após a morte de seu pai, Kim Jong-il, em dezembro, pode significar a abertura de um dos regimes mais fechados do mundo.

Acordo ocorre apenas dois meses após posse de Kim Jong-um. (Foto: AFP)

  •  Em meio a polêmicas e acusações de fraude eleitoral, Vladimir Putin, primeiro-ministro e ex-presidente da Rússia, venceu com folga as eleições presidenciais do último domingo (4). Um dos principais desafios da volta de Putin ao poder será uma provável reforma econômica em uma Rússia extremamente dependente da exportação de energia. A presidenta Dilma Rousseff parabenizou Putin e o convidou para participar da Rio+20, Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, que ocorrerá no Rio de Janeiro entre os dias 20 e 22 de junho.
  • O primeiro-ministro da Irlanda, Enda Kenny, anunciou na última terça-feira (28) um referendo sobre o pacto fiscal da União Europeia, que aplicará sanções quase automáticas aos governos que não conseguirem equilibrar os seus orçamentos. O referendo deverá ocorrer em maio ou junho, num contexto em que a agência de notação Moody’s prevê que se torne clara a necessidade de um segundo pacote de resgate à Irlanda. As sondagens já realizadas apontam para uma vitória do “sim”.
  • Os países da União Europeia, após uma cúpula entre ministros de relações exteriores, decidiram conceder à Sérvia o status de país candidato à adesão, depois que a Romênia deu sua aprovação na última terça-feira (28). A aprovação da Sérvia como candidata já era prevista desde o último mês de dezembro, após o país entregar os últimos foragidos reivindicados pelo Tribunal Penal Internacional para a Antiga Iugoslávia (TPII).
  • As Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC) anunciaram que terminariam com a antiga prática de promover seqüestros de civis. Os dirigentes do grupo guerrilheiro, que possui 47 anos de existência e 9.000 combatentes, fez o anúncio por meio se sua página na internet: “Muito já se falou sobre as detenções de pessoas, homens ou mulheres da população civil, que realizamos com fins de sustentar nossa luta (…) Anunciamos também que a partir desta data proscrevemos a prática em nossa atuação revolucionária”.
  • Nos dias 23 e 24 de maio os egípcios devem ir às urnas para o primeiro turno das eleições, segundo anunciou Farouk Sultan, presidente da Comissão Suprema das Eleições Presidenciais, na última quarta-feira (29). Sultan afirmou ainda que não haverá monitoramento internacional das votações. A Junta Militar, que assumiu o governo depois da saída de Mubarak em 2011, afirmou que irá entregar o poder para uma administração civil depois deste processo.

Ahmed Al-Zubair acena após ser eleito líder da região semiautônoma do leste da Líbia em Benghazi (Foto: AFP)

  •  O segundo turno das eleições presidenciais do Senegal, disputado pelo Chefe de Estado, Abdoulaye Wade, e por seu  antigo primeiro-ministro, Macky Sall, será realizado no dia 25 de março, anunciou a Comissão Eleitoral Nacional Independente. Em comunicado do secretário-geral Ban Ki-moon, a ONU afirmou que apesar das preocupações que precederam o dia da votação, devido à violência que marcou a campanha eleitoral, as eleições do primeiro turno se realizaram num clima de paz. O mesmo clima é esperado para a campanha de março.

Fonte: blog da Política Externa Brasileira

Older Posts »

Categorias

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 79 outros seguidores